Tigran Petrosian - Tabuleiro de Xadrez

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Tigran Petrosian

Tigran Petrosian
Tigran Vartanovich Petrosian (em armênio) Տիգրան Վարդանի Պետրոսյան) nasceu no dia 17 de Junho de 1929, Tbilisi, Geórgia, URSS e faleceu em 13 de Agosto de 1984, Moscou. Foi um jogador de xadrez e Campeão do Mundo da modalidade.

Os seus resultados no torneio trienal, que determina o jogador que vai disputar com o campeão do mundo pelo título da modalidade, demonstram uma sólida evolução: 5º em Zurique em 1953; 3º lugar partilhado em Amsterdã em 1956; 3º na Iugoslávia em 1959; 1º em Curaçao em 1962. Em 1963 derrotou Mikhail Botvinnik com o resultado 12,5 – 9,5 tornando-se campeão do mundo de xadrez.

Petrosian defendeu o seu título em 1966, derrotando Boris Spassky por 12,5 – 11,5. Contudo, em 1969, o mesmo Spassky derrotou-o por 12,5 – 10,5. Em 1968, a universidade de Yerevan concedeu-lhe um mestrado, tendo Tigran apresentado a tese “Lógica no Xadrez”.

Tigran Vartanovich Petrosian foi o único jogador a ganhar um jogo de Bobby Fischer durante os últimos jogos do torneio de candidatos de 1971, acabando com a sequência impressionante de Fischer de dezenove vitórias consecutivas (6 ainda nos jogos do agrupamento Interzonal, 6 frente a Mark Taimanov, 6 frente a Larsen e ainda o primeiro jogo do seu match).

O seu nome batiza duas importantes aberturas: a variação de Petrosian da Defesa Indiana de Rei (1. d4 Nf6 2. c4 g6 3. Nc3 Bg7 4. e4 d6 5. Nf3 O-O 6. Be2 e5 7. d5) e também a na India da Dama (1. d4 Nf6 2. c4 e6 3. Nf3 b6
4. a3).
2017 - Todos os direitos reservados
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal