Elementos do Xadrez - Tabuleiro de Xadrez

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Elementos do Xadrez

Tabuleiro de xadrez em branco
O tabuleiro de xadrez está dividido em 64 quadrinhos em cores alternadas, que são chamados de "casas".


      Um conjunto de oito casas no sentido horizontal chama-se "Horizontal".


      Oito casas em sentido verticais, chamam-se "Coluna".


E as casas verticais inclinadas em forma de escada, da mesma cor chamam-se "Diagonal".

Arrumando o Tabuleiro do Jogo

Ao colocar um tabuleiro diante de si, a casa angular branca ou a mais clara deve estar sempre à sua direita. Siga como exemplo o primeiro tabuleiro apresentado nesta seção.

Os Símbolos

BRANCAS
PRETAS
Rei, abreviatura: "R"


Dama, abreviatura: "D"


Torre, abreviatura: "T"


Bispo, abreviatura: "B"


Cavalo, abreviatura: "C"


Peão, abreviatura: "P"


Tabuleiro de xadrez - posição inicial
A figura acima mostra como estas peças ficam organizadas no tabuleiro, sendo esta a única possível, posição inicial do xadrez.

O Rei

Como próprio nome diz é o líder de todas as peças, pode ser considerado o jogador no tabuleiro, embora seja a peça de valor infinito no jogo seus movimentos são limitados às casas contíguas a sua posição no momento antes do lance.  As casas que estiverem ocupadas por peças da mesma cor não poderão ser ocupadas por ele. Quando ele está sob xeque, deve-se imediatamente retirá-lo desta situação, existem 3 maneiras para isto:

  1. Retirar o rei da casa sob o raio de ação da peça atacante;
  2. Colocar uma peça da mesma cor do rei atacado na frente do raio de ação da peça atacante (isto é impossível quando a peça atacante é um cavalo!);
  3. Eliminando a peça atacante;

Não existe uma forma melhor para o jogo todo, dependendo do caso, um modo poderá ser melhor que a outro.

O rei é a única peça que não pode atacar por si só, ele nunca poderá ir para uma casa sob o raio de ação do rei adversário, portanto, o rei pode tomar qualquer peça adversária, menos o rei inimigo.

Se o rei se movimentar antes do roque, não será possível mais fazer o roque.

A Dama

A dama tem a movimentação mais poderosa de todas as peças do jogo, ela se desloca em qualquer direção, seus movimentos podem imitar quase todas as peças do jogo. A única peça que não pode ser imitada pela dama é o cavalo, a dama também não pode "pular" peças como o cavalo.

A dama captura peças adversárias na direção a qual se locomove, aliás, quase todas as peças fazem isso , a única exceção é o Peão.

No passado era conhecida como rainha mas para não complicar a nomenclatura R de rei seu nome foi mudado para dama.

O Bispo

O bispo pode movimentar-se a partir de um número qualquer que diz respeito às casas, ou seja, sempre em sentido oblíquo. Ele corre ao longo das diagonais. O bispo, marcha então sempre nas casas da mesma cor, seja através das diagonais brancas ou pretas.

O bispo do rei branco sempre anda somente em diagonais brancas, o bispo da dama branca sempre anda somente em diagonais pretas, já o bispo do rei preto sempre anda em diagonais pretas e o bispo da dama preta sempre anda em diagonais brancas.

O Cavalo

O cavalo é a única peça que pode pular qualquer outra peça, aliada ou adversária. O seu movimento é diferente de todas as outras peças do jogo de xadrez, ela se movimenta em "L", isto é, obrigatoriamente duas casas em horizontal e uma em vertical, ou uma em horizontal e duas em vertical sempre alternando casas brancas para pretas e vice-versa. Captura como se movimenta.

Observe que se ele estiver no canto do tabuleiro, exemplo: casa a1, só poderá se movimentar para duas casas: c2 ou b3 portanto não é saudável colocá-lo nas "bordas" do tabuleiro pois seus movimentos ficam muito limitados transformando-se em uma presa fácil.

Para um principiante não parece, mas o cavalo consegue andar em todas as casas do tabuleiro.

A Torre

Seus movimentos são bem simples, desloca-se na horizontal e na vertical, pode ocupar qualquer casa do tabuleiro nestas direções, pelas fileiras e colunas.

É considerada uma peça de relativo poder, mas no início do jogo está no canto do tabuleiro.

Se qualquer torre se movimentar antes do roque não será possível fazer o roque com a torre que se movimentou, se as duas se movimentarem, não será possível mais fazer o roque.

O Peão

Seu nome já diz tudo: peão. É o operário do xadrez, as vezes inofensivo, as vezes decisivo e mortal, principalmente quando ele é coroado. O peão tem vários movimentos, quando está na sua posição inicial (linha 2) pode dar um ou dois passos, depois disso só poderá dar um passo de cada vez. Só se move para frente e só pode tomar peças adversárias nas diagonais na direção onde ele se move. É a única peça que não captura na direção em que se move.

Outro movimento do peão está ligado ao direito de andar duas casas inicialmente, se houver um peão adversário colocado na 4ª casa de uma coluna paralela, este poderá tomá-lo ao passar (en passant ou al passo), veja acima, é como se o peão que andou duas casas, tivesse andado uma casa só, mas isso só poderá ocorrer no lance seguinte ao duplo-passo depois perde a validade.

Quando o peão chega a 8ª casa, automaticamente é promovido ou coroado em uma peça ao critério do jogador, só não poderá ser o rei. Geralmente se transforma na dama só porque é a peça mais forte. Tudo bem se o jogador ficar com duas ou mais damas no tabuleiro e isso também se aplica as outras peças: três ou mais cavalos, bispos e torres.
2017 - Todos os direitos reservados
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal